Culinária - Gastronomia - Vinhos - Caça - Tauromaquia -

Pesquisar neste blogue

terça-feira, 17 de novembro de 2015

O Livro de Pantagruel

de Berta Rosa Limpo


O Livro de Pantagruel, de Berta Rosa Limpo coadjuvada por seu filho, o cineasta Jorge Brum do Canto, cerca de 1950
O mais famoso livro de culinária portuguesa: «O Livro de Pantagruel». Este livro foi publicado pela primeira vez em 1946. tendo-se esgotado em apenas 34 dias. Fez parte, durante décadas, dos enxovais de todas as meninas casadouras portuguesas.
Apesar da grande revolução que a culinária tem sofrido nos últimos tempos, o livro não perdeu o seu lugar, como livro de consulta, e continua a ser publicado. Vai presentemente na 73ª edição
Sinopse“Para além das receitas, métodos de trabalhar a matéria e muitos conselhos úteis, há referências a frases de obras de literatura que têm a ver com a culinária ou com o prazer da mesa. Autênticas pérolas. Aqui vão algumas:
”Indispensáveis, num verdadeiro jantar de gala, só duas pessoas: eu, para comer, e um bom criado, para me servir - ‘Nubar Gulbenkian’
”E, igualmente, com o pretexto de armar cavaleiro e fazer conde esse Afonso Telo, mandava [el-rei D. Pedro, o Cru] pôr no Rossio enormes montanhas de pão, largas tinas cheias de vinho e vacas inteiras, em espetos, a assar, para serem engolidas pelos bons lisboetas. – ‘Conde de Sabugosa’
”O Zé Carlos também virou o seu copo e ficou-se de olhar vago a dar estalhinhos com a língua:
- Nem nas vinhas do Vesúvio, caramba… Onde está a ânfora?
E, então, na tarde luminosa, houve apenas um regalado tarantelar de mandíbulas e suspiros de consolação de volta com o rabujar de soneira dos búzios do moinho, no coruto da serra – ‘Jorge Reis’
”Já vai aloirando o porquinho, irmão Egídio. A pele já tosta, meu santo! – ‘Eça de Queirós’
Em muitas tardes se merendava naquele caramanchão. Alguém trazia de casa uma cesta cheia. Nesse tempo ela era capaz de comer um franguinho inteiro assado! E a Dona Felismina rematava a merenda sempre com estas palavras: Fome de três dias, hem? – ‘Irene Lisboa’ ”
(retirado de ‘VAI ONDE TE LEVAR O CORAÇÃO’)





Fabricante/Maker: Sociedade Nacional de Tipografia
Dimensões/Dimensions: 250 x 170 x 70 mm
Idade/Age: 1947
Encadernação: Capa Dura ( Bom Estado )
Nº de Páginas: 878 + 12 Páginas de Índice
Edição: 1ª
Preço/Price: Sob consulta.

Sem comentários:

Enviar um comentário