Culinária - Gastronomia - Vinhos - Caça - Tauromaquia -

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 30 de março de 2016

O ANTI-CHRISTO

Estudo crítico sobre a crença cristã

Frederico NIETZCHE

Observações:
Trata-se da PRIMEIRA EDIÇÃO PORTUGUESA  ( 1916 ) cuja tradução 
é de Carlos José de Menezes. 
Livro proibido em Portugal pela então PIDE
"...É considerado uma das mais ácidas críticas de Nietzsche ao 
cristianismo, célebre pela frase: "O Evangelho morreu na cruz".

"... A penetração das ideias nietzschianas em Portugal foi muito 

lenta, demorando bastante após a morte do pensador, que 
ocorreu em 1900, quando ele tinha 56 anos. Só depois da implantação
 da República houve algum interesse por Nietzsche, tendo ele sido 
manifestado pela revista “Águia”, pelo grupo da “Renascença Portuguesa”
(Jaime Cortesão, Teixeira de Pascoaes e Leonardo Coimbra), pela revista 
“Seara Nova” e pelos modernistas (Fernando Pessoa e Almada Negreiros,
 entre outros). Em todos esses casos a reivindicação era de
 “nascer de novo” depois do ocaso oitocentista e nada melhor para 
assinalar o novo do que a violência de Nietzsche. Só em 1916 surgiu 
a primeira  tradução portuguesa de um seu livro, nomeadamente 
“O Anti-Cristo”,  na Guimarães....





Fabricante/Maker: Guimarães & Cª
Dimensões/Dimensions: 210 mm  x 140 mm
Idade/Age: 1916

Encadernação:  Razoavel  Estado
Nº de Páginas: 162

Edição: 1ª
Preço/Price: Sob Consulta..

Sem comentários:

Enviar um comentário